Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/05/20 às 16h21 - Atualizado em 18/05/20 às 16h56

Procon fiscaliza preços em 281 mercados durante o mês de Abril

 

        O Instituto de Defesa do Consumidor – Procon DF,órgão vinculado à Secretaria de Justiça, realizou ação ação fiscalizatória  para monitoramento de preços de 15 produtos durante o período compreendido entre o final de Março e todo o mês de Abril. A lista dos produtos monitorados compreende os itens: Arroz tipo 1 ( 5 kg); Feijão Carioca tipo 1 ( 1kg) ;Óleo de Soja tipo 1 ( 900 ml) ; Carne coxa e Sobrecoxa ( Kg) ; Carne patinho ( kg); Ovos ( Dúzia) ;Leite pasteurizado UHT integral; Queijo Muçarela ; Pão de Forma ( 500kg) ; Açúcar tipo Cristal ( 5kg); Papel Higiênico folha dupla ( 12 rolos) ; Álcool 70 líquido ; Álcool em gel ( 500g) ; Água sanitária ( 1L); Sabão em pó ( 1kg).

 

        A ação de monitoramento consiste em verificar a diferença de preços entre os mercados visitados, observar maior e menor valor e verificar média de preços observados. Foi elaborada tabela de preços apurados que apresenta variações como a do álcool líquido com variação de 534,6 %, álcool gel com 581,2%, mostra ,também , o feijão que tem diferença de preços de 651, 47% ,pão com 577% e água sanitária com 838,9%. Além destes dados, a tabela apresenta um relatório que mostra o valor médio da cesta básica para cada Região Administrativa do Distrito Federal, concluindo que o menor valor de cesta básica foi encontrado em Santa Maria no preço de R$ 107,69.

CONFIRA A TABELA

         
          A fiscalização ocorreu após o Procon receber mais de 1.000 denúncias de consumidores sobre a alta dos preços destes produtos nos estabelecimentos comerciais do Distrital Federal. O monitoramento culminou na visita a 281 mercados os quais foram orientados conforme nota técnica conjunta de Procon e Ministério Público do Distrito Federal sobre aumento abusivo de preços e não houve nenhum estabelecimento notificado.Entretanto,caso seja verificado aumento sem justa causa , o estabelecimento poderá  ser notificado, com instauração de processo administrativo e aplicação de sanções administrativas decorrentes do Código de Defesa do Consumidor que incluem desde multa à interdição de estabelecimento.
* Para o monitoramento não foram consideradas as marcas dos produtos.
FISCALIZAÇÃO 
O Instituto de Defesa do Consumidor recebeu, entre os meses de Março e Abril, mais de 1800 denúncias, visitou 281 mercados, notificou 509 farmácias a prestarem esclarecimentos sobre aumento abusivo de preços e ainda autuou 13 distribuidoras de gás e continua recebendo denúncias por meio dos canais de atendimento : telefone 151 de segunda a sexta de 12h às 17h e emails 151@procon.df.gov.br e fiscalizacao@procon.df.gov.br
Assessoria de Comunicação
Contato: imprensa@procon.df.gov.br 

 

Instituto de Defesa do Consumidor - Governo do Distrito Federal

PROCON

Venâncio Shopping - Setor Comercial Sul, Quadra 08, Bloco B-60, Sala 240 - Brasilia - DF - CEP: 70.333-900 - Telefone: 151